O PROVE é nosso!

Passei por uma experiência sem precedentes: acompanhei os nossos estudantes artistas até Seabra para que concorressem aos projetos estruturantes.

Parei para pensar e me lembrei que nada disso existia no tempo em que eu ainda estudava. Concluí meu pensamento com a certeza de que, se eu fosse estudante nos dias de hoje, faria tudo para participar deste projeto. De fato é um momento maravilhoso.

O dia começou na Câmara Municipal de Vereadores de Seabra com a vernissage do AVE - Artes Visuais Estudantis para logo então iniciar, no plenário, as apresentações do EPA - Educação Patrimonial e Artística. O PROVE - Produções de Vídeos Estudantis somente pôde ser realizado à tarde, devido atrasos na abertura do evento e nas apresentações do EPA.

No início da noite começaram as apresentações do TAL - Tempos de Arte Literária e o evento seguiu com o Dance e o FACE - Festival Anual da Canção Estudantil.

Estávamos eu, o diretor Marcos Paulo, Caroline Dourado, Danilo Freire, Edilson Gomez e Matheus Rocha apreensivos pelas exibições dos vídeos. Assistimos alguns bons vídeos mas acreditávamos no trabalho feito pela equipe. A ansiosidade e apreensão aumentaram quando sabemos de que os resultados seriam na praça onde seriam realizados os outros projetos.

Marcos precisou retornar a Morro do Chapéu e não assistiu às outras apresentações, perdendo assim um dos grandes momentos do evento: a apresentação dos alunos Arthur Oliveira e Jéssica Narumi que, apesar de não terem vencido o FACE, protagonizaram uma das mais emocionantes apresentações. O público acompanhou, saudou e aplaudiu muito os nossos alunos.


Aproximadamente às 21:50h uma voz chama o público para anunciar os vencedores do AVE, EPA e PROVE e novamente nos veio o frio na barriga com a apreensão. Esperamos primeiro o resultado do AVE, pois Danilo tinha feito um bom trabalho, infelizmente dessa vez não deu.

É chegada a hora, começaram a anunciar os vencedores do PROVE, damo-nos as mãos e começamos a ouvir. Em terceiro lugar um vídeo produzido pelo Dias Coelho, aqui de Morro do Chapéu, em segundo um pequeno documentário sobre o cultivo da mandioca e, finalmente, anunciam Velha Juventude como o grande vencedor da etapa regional do PROVE.

Os meninos e a menina de gravata rosa correram para o palco, extasiados, contentes e felizes com o primeiro lugar, fruto de um trabalho dedicado e cuidadoso.

Que venha agora a etapa Salvador, contamos com a torcida e a energia de todos. Podemos não ganhar lá, mas nada tirará o brilho de todos os nossos alunos artistas, incluindo aqui aqueles que participaram desde a etapa em nosso colégio, pois todos abrilhantaram o processo.